Pastor que teve os dedos quebrados não desiste de pregar
27/09/2017 - 17h39 em Novidades

O pastor Jatya, que vive no sul da Índia, possui documentação de todas as vezes que foi perseguido por sua fé. Recortes de jornais amarelados em um envelope desbotado retratam como ele sempre sofreu por pregar a Jesus em um país de maioria hindu.

Em 1992, a polícia ordenou que Jatya parasse de compartilhar sobre Cristo em sua aldeia. Quando ele afirmou que se recusava, a polícia quebrou todos os dedos. Três anos depois, foi espancado e preso por uma semana pelo mesmo motivo. Em outra ocasião, um vizinho hindu golpeou Jatya com uma corrente de bicicleta.


 
 

Todas as vezes que ele era perseguido e agredido, sua resposta é a mesma: volta às ruas com sua Bíblia em mãos, compartilhando o Evangelho de Cristo.

Recentemente, Jatya falou sobre Jesus para um jovem em sua aldeia. Uma multidão de hindus radicais ficou irritada, cercou o pastor e o espancou até ele quase perder a consciência.

Em um relatório divulgado pela missão A Voz dos Mártires, ele minimizou a gravidade da agressão e disse que o mais importante é que o jovem se tornou um seguidor de Jesus.


 
 

O líder indiano diz esperar que algum dia possa encontrar as pessoas que o espancaram e falar sobre Cristo com eles.

Questionado se teme enfrentar futuras perseguições, Jatya citou 2 Timóteo 1:7: “Deus não nos deu o espírito de temor, mas de fortaleza, e de amor, e de moderação”. Finalizou dizendo: “Quero servir e viver minha vida por Jesus até meu último suspiro“.

COMENTÁRIOS
Endereço

Igreja Evangélica Caná da Galiléia

Rua: Vitória, 1667 Henrique Jorge -  FORTALEZA - CE Telefone: 85 3290-4753
Email: radiocanadagalileia@gmail.com