Depois de ter aparelhos desligados, pastora “ressuscita” ao receber oração
27/12/2018 15:42 em Novidades
Reprodução Youtube

Em entrevista ao programa Prova Viva, da Rede Super, a pastora Malvina Barcelar disse que já viveu muitos milagres e que o maior deles foi ter sido ressuscitada após uma oração, mesmo depois que os médicos desligaram os aparelhos que a mantinham viva.

Ela conta que não nasceu num lar cristão, que os pais não tinham religião alguma, mas acreditavam em Deus. Foi essa fé pura dos pais que a inspiraram a se converter a Cristo quando tinha 19 anos.

Na infância, Malvina tinha visões. “Por volta dos sete anos, eu via anjos. Minhas visões eram abertas, mas eu não compreendia o que via. Quando contava aos familiares, eles diziam que eu estava com febre”, lembra.

Por esse motivo, ela parou de contar às pessoas o que via, mas as visões continuaram. O tempo passou, ela se casou e quando engravidou de sua filha vieram muitas complicações.

Risco de vida

A gravidez era de risco. Malvina poderia morrer e para salvar sua vida era necessário um aborto. “Morreremos as duas, mas eu não vou abortar minha filha. Filho é herança de Deus”, disse aos médicos.

“Dani nasceu prematura, às onze horas da noite. Às duas da manhã eu tive um edema pulmonar. Fiquei entre a vida e a morte. Os médicos disseram à minha família que se tinham fé, que orassem”, ressaltou.

Somente por um milagre Malvina escaparia daquela situação. “Minha irmã pediu oração a uma pastora e disse que eu estava morrendo”, contou.

Experiência sobrenatural

“Eu senti meu espírito sair do corpo, eu realmente estava indo embora. Fui subindo… Estava em outra dimensão quando ouvi a oração da pastora Esmeralda. Ela dizia: você pode viver, porque o poder da vida está dentro de você”, lembrou.

“Malvina, viva pela sua filha que nasceu. Viva! Meu espírito ouvia a voz dela, e ela não estava no hospital, estava na igreja. Mas Deus é Deus. Daí meu espírito também orou: se o Senhor quer que eu viva, me dê a cura”, relatou.

Depois disso, relatou que sentiu choques. “De repente, percebi que eu estava em cima daquela cama. Mas eles já tinham desligado os aparelhos, e eu fiz força pra respirar”, continua. “Eu tinha morrido e voltei. Depois disso os médicos disseram: gravidez nunca mais”.

Promessa de Deus

Depois de sete anos evitando, o casal decidiu adotar uma criança. Mas antes disso, recebeu de Deus uma promessa. “Deus disse que me daria um menino. Deus queria contrariar a voz do médico. E se Ele disse que eu posso, então eu posso. A voz de Deus é maior”, revela.

Ao descrever a gravidez como um período tranquilo, Malvina conta: “Coloquei o nome do meu filho de Rafael, para honrar o nome do Senhor”. Ao falar do seu amor por Jesus, ela descreve que é algo realmente forte. “Se eu tivesse mil vidas, eu daria todas as mil, pra viver servindo ao Senhor”, disse emocionada.

Com todos os milagres que já viveu, agora a pastora quer compartilhar seu testemunho para fortalecer outras vidas. “Quero que outras pessoas saibam aquilo que Deus é, e aquilo que Ele pode fazer. Ele não faz na minha vida porque eu sou melhor do que ninguém, Ele faz porque Ele é Deus”, concluiu.

Assista:

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
Endereço

Igreja Evangélica Caná da Galiléia

Rua: Vitória, 1667 Henrique Jorge -  FORTALEZA - CE Telefone: 85 3290-4753
Email: radiocanadagalileia@gmail.com