Após pesquisar sobre Jesus, professor que ensinava o alcorão reconhece: "Ele é o caminho"
31/07/2018 - 11h21 em Novidades
Após se converter, Omar passou a ser perseguido por sua família. (Foto: Reprodução).
Após se converter, Omar passou a ser perseguido por sua família. (Foto: Reprodução).

Um professor de Alcorão no extremo norte de Camarões (África) resolveu pesquisar sobre a vida de Jesus e chegou a conclusão de que Ele é o verdadeiro caminho para a salvação. Omar, de 31 anos, decidiu servir a Deus e seu novo posicionamento religioso trouxe sérias consequências.

Foi em abril deste ano que Omar disse “sim” para sua nova vida com Cristo. Desde então, ele tem enfrentado uma dura perseguição. Por conhecer o alcorão, ele decidiu ler mais sobre Jesus. “Eu cheguei à conclusão de que Jesus é o caminho”, disse ele a Portas Abertas.

Omar compartilhou sobre o que estava aprendendo com sua esposa e para sua surpresa ela aceitou bem a novidade. No dia seguinte, os alunos do alcorão chegaram para a aula e o professor tentou transferi-los para outro grupo na mesma vizinhança.

Os alunos eram muito próximos de Omar e quando eles descobriram que o professor havia aceitado Jesus, começaram a chorar. Por conta disso, os pais resolveram tomar satisfação e quiseram saber o que estava acontecendo. Omar contou que tinha descoberto a verdade sobre Jesus e que queria segui-lo.

Foi então que uma multidão começou a aparecer em sua casa para protestar contra o novo comportamento de Omar. Além disso, seu tio, que havia crescido com ele, apareceu e começou a pressioná-lo para deixar a comunidade, se negando a ouvir o que acontecera.

Ataque

Certo dia, enquanto estava no mercado, Omar recebeu um telefonema de sua esposa. A notícia era preocupante. Seu tio havia colocado fogo nas duas cabanas em que moravam. Omar ficou devastado e decidiu que iria se vingar do parente.

Omar comprou combustível e fósforos para incendiar a casa do tio. “Mas então alguma coisa me deteve. Eu não sei o que. Decidi ligar para o pastor e pedir seu conselho. Ele me disse para não pagar o mal com o mal”, disse ele.

Após o aconselhamento, Omar refletiu e achou melhor não fazer nada. Ele passou alguns dias na casa de um amigo cristão e depois decidiu levar a família para a vila do pai, que não era praticante do islamismo. Ele queria segurança.

Família

As artimanhas do tio de Omar não haviam se esgotado. Quando retornou para casa, ele descobriu que sua esposa e os três filhos não estavam mais lá. Ao questionar o pai, ele disse não ser responsável por Omar e sua família.

Omar não sabia como reagir, mas depois ele descobriu que um tio tinha dado conselhos ao pai e levou sua esposa e filhos. Omar tem buscado refúgio com pastores da região, mas enfrenta muita pressão, pois a orientação é que se alguém o encontrar deve puni-lo por deixar o islã.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
Endereço

Igreja Evangélica Caná da Galiléia

Rua: Vitória, 1667 Henrique Jorge -  FORTALEZA - CE Telefone: 85 3290-4753
Email: radiocanadagalileia@gmail.com